Um dos melhores festivais do Brasil acontece no Rio. Não, esqueça o Rock In Rio, evento burrocrático e sem criatividade, sem vontade de inovar (sim, um retrato de nosso país). Estou falando do Back2Black, que abre sua sexta edição nesta sexta-feira, 20, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.

 

Com line-ups interessantes desde o surgimento, em 2009, o Back2Black fez história na Leopoldina, Centro da cidade, e desde 2013 está na Barra, quando realizou edição histórica com nomes do quilate de Bobby Womack (poucos meses antes de falecer, veja aqui e aqui), Milton Nascimento, Criolo, Keziah Jones (em um show displicente e confuso, veja aqui), Femi Kuti, entre outros. Em 2014, soterrado pela Copa e pelas eleições, ele não aconteceu e deixou um gostinho de quero mais.

 

Quando a escalação de 2015 foi anunciada, muitos vibraram com nomes em ascensão como o belga Stromae e a ‘nossa’ Ludmilla, junto com medalhões como Damian ‘Jr. Gong’ Marley e Linton Kwesi Johnson, a grande surpresa dessa edição. Linton é uma verdadeira lenda do reggae, com mais de 35 anos de carreira levando sua dub poetry mundo afora. Simplesmente imperdível, amigos (ao contrário do show do Planet Hemp, quem aguenta?).

 

Em outro palco, apostas como Karol Conká e Dream Team do Passinho reforçam a pluralidade de atrações que também contam com debates, workshops, leituras e teatro de câmara (veja a programação completa no site http://www.back2blackfestival.com.br/). Esse é um dos grandes diferencias do B2B, fornecer informações que possam ser úteis no dia-a-dia e ajudar o cotidiano de alguém ou de uma comunidade.

 

Vida longa ao Back2Black, que já trouxe para os cariocas shows de artistas talentosos do universo negro musical (bem mais criativos que os brancos, na maioria das vezes…), citando alguns deles: Hugh Masekela, Lauryn Hill, Aloe Blacc, Emicida, Missy Elliott, etc. A gente precisa disso: ousadia na programação e produto de qualidade. O resto deixa conosco!

 

A MOOD estará presente na noite de abertura. Fique ligado aqui para saber como foi!

 

#atualização: