Em 2001 pode até não ter rolado nenhuma odisséia no espaço, mas que muita gente descobriu um outro planeta, ah descobriu. E nem foi preciso sair do Brasil. 

É que ano passado aconteceu, no meio da Floresta Amazônica, a Ecosystem 1.0 – a primeira megarave ecologicamente correta do Brasil, e uma das únicas do mundo.

ecosystem1E o sucesso foi tão grande que esse ano tem mais. A edição de 2002 do evento já está confirmada para acontecer de 22 a 25 de agosto, novamente em Manaus – AM. Pode parecer que ainda está muito longe, mas é bom já ir juntando os trocadinhos porque, para quem não sabe, um vôo para Manaus é mais caro do que um para Miami, por exemplo.

A Ecosystem é uma criação do DJ (e veterinário!) brasileiro radicado em Nova Iorque Carlos Soulslinger. Soulslinger é um dos maiores responsáveis pela força da música eletrônica na Cidade-que-Nunca-Dorme (principalmente Drum+Bass, Hip-Hop e algo da nova música brasileira)

O evento rola numa área de 360 mil metros quadrados onde funcionava uma pedreira que devastou o terreno, outrora coberto por floresta nativa.

ecosystem2O intuito da Ecosystem é recuperar o lugar, transformando-o no Parque da Cachoeira Alta do Tarumã, um grande centro ecológico-cultural. Também fazem parte do conceito do evento promover a conscientização ecológica de pessoas em todo o mundo e levantar fundos para o Greenpeace Amazônia. Uma causa tão nobre que chegou a ganhar, além de aplausos por todo o planeta, o prêmio Noite Ilustrada (da Érika Palomino) de melhor iniciativa eletrônica fora de São Paulo.

Imagine curtir atrações como Adam F, Aphrodite, Shy FX, DJ Spooky e Sven Vath (algumas das atrações internacionais confirmadas) e, ao seu redor, ter florestas, 4 lagos, cachoeiras, dois igarapés (pequenos rios), performances indígenas, enormes mesas de frutas e palcos flutuantes em margens de rios… Hein?

A escalação nacional também está bem representada com nomes como: Bossa Cuca Nova; Hip-Hop Rio (Marcelo D2, Black Alien, B.Negão, Inumanos e outros), DJ Dolores e Orquestra Santa Massa, Anderson Noise, os Renatos Lopes e Cohen e muito mais… Tem gente para todos os gostos, a maioria de DB (Jungle, sacou?), mas também expoentes do Techno, Hip-Hop, Trance e Eletro.

Certamente, estar na Ecosystem 2.0 deve ser uma grande experiência. Para saber mais sobre o evento, como dicas de viagens, pacotes turísticos e outros bizús importantes, vá ao site www.ecosystem1.org