La Paz – A Lapa estava mesmo precisando de um lugar com menos cara de… Lapa! Visual vintage, aqueles rococós, estilo dos tempos de império. Tudo isso é muito legal. Mas já deu, né?

A gente precisava voltar a ter um inferninho pra chamar de nosso. Por isso, na última terça, 23/07, numa festa para convidados, rolou a abertura de portas do La Paz, novo empreendimento de Cabbet Araújo, proprietário do Fosfobox, agitador cultural e herói da resistência alternativa carioca.

“O La Paz é um clube que pretende trabalhar com várias vertentes da música. Entre elas, dub step, rock, hip-hop, trap, house, raggae, drum’n bass, música brasileira etc. Pretendemos abrigar também peças de teatro, pequenos shows, e até festas diurnas, onde o público poderá curtir o entardecer no terraço”, conta Cabbet.

Realmente, o terraço é um espaço ótimo. Mas, já é o lugar dos fumantes. Bom mesmo é aproveitar a escuridão do clube e se perder por lá. Sabe quando você dança, dança, dança e, de repente, o dia já clareou lá fora sem ninguém perceber? Pois é. O La Paz é pra isso.

 

lapaz3

 

A Estrutura da La Paz

São duas pistas e dois bares, distribuídos pelos 4 andares de um casarão no Rio Antigo. A localização fica a poucos quarteirões do centro nervoso da Lapa. É pra onde a revitalização do famoso bairro boêmio está andando. Como quem recebe os amigos pedindo para não repararem na bagunça, Cabbet avisa: “a casa ainda não está pronta, mas precisávamos abrir. Já estou neste projeto há mais de 3 anos. Se não entrar a obra não acaba. Aos poucos, o público ajuda a construir uma cara, assim a alma do lugar fica mais forte”. Realmente, a casa ainda precisa de alguns ajustes. Principalmente nos banheiros e nas filas dos caixas. Mas, no geral, o público aprovou.

 

lapaz2

 

Na estreia, estiveram presentes DJs, produtores, jornalistas, fotógrafos, artistas e várias outras pessoas que, de uma forma ou de outra, contribuem para manter viva a cena underground carioca.

Dentre os 12 DJs da festa de abertura da La Paz, quem teve a honra de tocar a pedrada fundamental que inaugurou a casa foi o DJ Theddy. A música escolhida funcionou, ao mesmo tempo, como amuleto da sorte, convite pra pista e palavra de ordem na voz de David Bowie: “”Let’s Dance”.

por Fábio Maia

MOOD

Pense num site onde é possível encontrar entretenimento, cultura, playlists e dicas tudo num só lugar. Muito mais que um depositório de ideias, na MOOD é possível encontrar o que acontece no seu universo. Voltada para almas jovens e curiosas, o site é um espaço que permite a criação, lança tendências e transcende os padrões dos veículos tradicionais, desenvolvendo desde estudos mais complexos sobre a contemporaneidade até divagações rotineiras do nosso dia a dia.

All author posts

Privacy Preference Center