Colocar a mão na massa e fazer o pão nosso de cada dia, para muitos uma coisa simples, para outros um árduo trabalho. Escolher a profissão e fazer aquilo que se gosta é um privilégio para poucos, mas acredito que todos tenham um sonho. Esse sonho pode ser o de abrir o seu próprio negócio, trabalhar na profissão que mais gosta, viajar ao redor do mundo ou encontrar sua cara metade e passar a vida toda com ela. E eu claro, não sou diferente.

Meu sonho é encontrar a famosa felicidade. Mas é óbvio que esse sonho não se encontra na primeira padaria da esquina, e como está cada vez mais difícil achar, resolvi abrir a minha própria bakery e batalhar por ele ! Mas sei que a tal felicidade não é uma receita fácil de fazer, ela é inconstante, tem muitas formas e está em muitos lugares. Mas existem momentos na vida em que temos que focar em algo e definir o momento certo de assar o pão, fermentar e fazer crescer ao máximo o nosso potencial. Todos queremos contribuir de forma positiva com as várias coberturas que encontramos pela vida, e um bom pão, tem que estar pronto para margarinas, manteigas e geleias, fazer o bem, e bem feito é o fundamental. Mas para isso precisamos continuar construindo receitas de sucesso e sovando cada vez mais nossas capacidades.

Estava lendo um artigo onde falava que somos nossos piores inimigos quando se trata de buscarmos nossos sonhos, pois criamos obstáculos que existem apenas em nossas mentes (será que o pão vai abatumar? e se queimar?  e se não ficar bom? ) podemos criar tanto para o bem quanto para o mal, mas agora me diga: “O que você faria se não tivesse medo ? Até onde você iria? Quais seriam os seus limites?” Eu estou disposto a perder meus medos e realizar meus sonhos. E você ?

As vezes somos do tipo padeiro atrapalhado, onde colocamos os ingredientes no olho e vamos aprendendo com os sabores que as misturas nos mostram, em outros momentos seguimos milimetricamente as receitas e esperamos que funcione como nos ensinaram, mas nem sempre existem receitas prontas para nossas vidas darem certo, e temos que nos contentar com as migalhas . 

 
Devemos estar atentos as situações em que temos que passar a receita, ouvir as dicas, esperar crescer ou saborear o pão. Eu já tenho alguma experiência em lidar com os demais padeiros, e cada dia aprendo mais um pouco. Encontrar pequenos detalhes em coisas que os demais não prestam atenção. Repassar momentos e receitas divertidas para não nos esquecermos delas. Nos colocarmos em padarias que talvez nunca iremos trabalhar. Ouvir trechos de receitas de sucesso e imaginar o contexto. Tentar pensar como os outros. Não ficarmos presos a receitas antigas. Experimentar novos sabores e aprimorar nossos paladares, que com o tempo tendem a ficar cada vez mais apurados. Encontre a sua receita mesmo que isso faça você experimentar os salgados e azedos da vida, pois muitas vezes o doce não é o melhor, mas uma coisa é certa, nunca devemos nos conformar com o insípido, com o insosso. Arrisque-se e apimente ainda mais a sua relação com a vida.

 

Por Daniel Anillo


MOOD

Pense num site onde é possível encontrar entretenimento, cultura, playlists e dicas tudo num só lugar. Muito mais que um depositório de ideias, na MOOD é possível encontrar o que acontece no seu universo. Voltada para almas jovens e curiosas, o site é um espaço que permite a criação, lança tendências e transcende os padrões dos veículos tradicionais, desenvolvendo desde estudos mais complexos sobre a contemporaneidade até divagações rotineiras do nosso dia a dia.

All author posts

Privacy Preference Center