Eu me amo, não posso mais viver sem mim!

Quando se fala em amor a gente logo pensa em casal apaixonado, saltitante e irritantemente feliz?  Procurando sobre o dito cujo, encontrei o seguinte texto (em itálico minhas singelas considerações):

15 Sinais de Que Você Entendeu O Que É O Amor

 

1. Sente saudades antes mesmo de ir embora.

Isso não é amor, é carência aguda e você está precisando de um terapeuta UR-GEN-TE-MEN-TE!

2. Acha lindo até as coisas mais banais do outro.

Nunca, em hipótese alguma, vai ser bonito aquele arrotão do(a) namorado(a). NÃO MINTAM, não é fofo, não é intimidade, é nojeira. Aceitem.

3. Sabe que o outro te achará linda mesmo de pijamas ou com aquela camiseta velha do Pateta.

Mas na balada o outro vai olhar pra piriguete de mini-saia e quilos de reboque na cara enquanto tu vai olhar pro mauricinho emperiquitado e cabelinho propositalmente desgrenhado.

4. O coração dói quando o outro está triste.

Corações doem por si só, sentir dor pela dor do outro é demais pro meu pobre corpitxo. Ser emo é tão old school #ficadica

5. O peito da pessoa parece ter sido feito com um encaixe próprio pra sua cabeça.

GENTE! Foi o Wando que escreveu isso, né? Se o peito da pessoa tiver o encaixe da tua cabeça ela precisa muito ir num médico. O peito dela tem um furo! E isso, por mais romântico que possa parecer, não é normal. #medo

6. O sorriso do outro te deixa de bom humor – mesmo nos piores dias.

Não! Na maioria das vezes (quiçá em todas as vezes) que o outro sorrir e tu estiveres de mau humor o teu único sentimento será de pensar em trezentas e vinte maneiras de matar aquela criatura.

7. Você dá muito de si porque tem vontade, e não porque se sente obrigada a fazê-lo.

Você dá, dá, dá, dá e geralmente não dá o que queria ta dando. Saca?

8. Percebe que com o outro tudo é possível.

Inclusive se suicidar pra não ter que olhar mais na cara do vivente.

9. Você anda com mais segurança.

Porque quando a gente anda acompanhado na rua a probabilidade de ser assaltado é menor. Apenas isso, meu bem.

10. O sexo vai muito além da união de dois corpos.

Quando tem sexo, né? Convenhamos…

11. Guarda pra ele o último pedaço do bolo de cenoura com chocolate da sua mãe.

AAAAAHAM! #sóquenunca Quem ama de verdade come o bolo inteiro e quando o outro chega diz “hmm, pena”.

12. Vai dormir todos os dias pensando: que pessoa foda que eu escolhi.

Isso não é amor, é achismo.

13. As outras pessoas bonitas na rua se tornam apenas paisagem.

Jura! Passa a Bündchen ou o Bardem do teu lado e teu pescoço nem vai quebrar observando a “paisagem”. Paisagem é o novo nome pra sexo oposto.

14. Sabe que com o outro, os sonhos não serão apenas sonhos.

Eles vão virar pesadelo hora ou outra.

15. Sabe que o verdadeiro amor às vezes está na renúncia.

Renunciar sua roupa favorita, seu corte de cabelo, seus amigos, a baladjenha e o happy hour.

Me desculpa “Casal Sem Vergonha”  eu curto os textos de vocês, mas dessa vez exageraram!

Juro que não sou uma pessoa amarga, essa análise foi só pra dizer que antes de a gente amar alguém, a gente precisa amar a si mesmo. Vejo tanta falta de amor próprio em prol do amor ao próximo que me dá um dó da humanidade. #reflitam

Me perdoem pela sinceridade, escutem uma musiquinha marota e se amem 24h porque aí sim a gente vai desenvolver essa habilidade evolutiva de amar alguém sem deixar de se amar. 😉

#NoMOODdeAMAR

 

Por Paula Moran

Tags:

One thought

Deixe uma resposta