Assim são as garotinhas

534255_285012071594494_963756594_n[1]
Assim são as garotinhas. Assim são as mulheres. Imprevisíveis. Ilegíveis. Doidas.

Mulher é algo que inventaram para enlouquecer os homens. Em todos os sentidos.

Não existe mulher simples. Não. Não se engane. Se for simples, ou não é mulher ou…

não é mulher. Não, não é. Porque mulher simples, que pensa com cabeça de homem, bem simples, não existe. Pode até parecer que existe, mas não, é ilusão, viu? Não existe. Eu, pelo menos, não conheço nenhuma.

Porque homem é simples, né? Se ele fala que uma coisa é azul, é azul mesmo. Não estou falando que homem é sincero, o que já seria algo bem diferente. Estou falando que homem é mais simples. Mais literal.

Mais preto e branco, mais concreto. Mulher não. A mulher  tem mil nuances, um sem número de nomes para definir uma mesma coisa. Sua cartela de cores é algo inimaginável para a maioria dos homens. Imaginem seus sentimentos então? Indescritíveis. Ou melhor, descritíveis, porque,  ela, além conhecer muito mais cores que os homens, também sabe muito mais palavras. E fala, descreve, escreve.  Adora falar de sentimento. Discutir a relação.Tagarela sem parar. Usa vinte palavras para definir qualquer merda, e depois que define, muda de idéia mais rápido do que muda de cor de esmalte. E pasmem, ela pensa xis e fala zê, de propósito,porque ela espera que ele,o homem, aquele ser básico, adivinhe seu pensamento. Seu pensamento que não é nada básico, nem simples,nem certo . Seu pensamento que ,como veio ,já foi, mudou e não deixou endereço. E não estou falando nem da TPM, quando a situação se agrava fortemente. Estou falando do dia a dia mesmo. E não é crítica, é constatação. Também não é reclamação, mas poderia ser. Porque não é fácil ser mulher e sofrer tanto, e amar tanto, e esperar tanto. Conhecer tantas cores, e ainda ter que combinar a bolsa  com a cor do cabelo e da unha. Não, não é uma reclamação. Porque não é fácil, mas é uma delícia.Vai entender.

 

Por Dani Altmayer

Tags:

Deixe uma resposta