No MOOD de Bairrista

“O Bairrista surgiu no meu quarto, num celular, num perfil de twitter.” – Júnior Maicá

Depois de 8 meses do @O_Bairrista no twitter, Júnior Maicá, idealizador e criador do projeto transformou o perfil em site no dia 2 de janeiro de 2011. Resultado: em menos de uma semana no ar, foram mais de 5 mil visitas ao “jornal online”, que traz notícias fictícias (mas comumente confundidas com verdades, e muitas delas poderiam realmente ser) sobre o estado do Rio Grande do Sul. Em tom totalmente satírico, debochado e saudosista.

Fazer rir, divertir e ironizar o cotidiano é o único objetivo de Maicá. “Não sou tradicionalista, mas adoro Porto Alegre, gosto do Hino Riograndense, mas não gosto dos exageros, ideias separatistas, por exemplo.”

O humor 2.0 vem conquistando espaço internacional e os mais reverenciados por Maicá, tidos inclusive como inspiração são o nova-iorquino The Onion, que começou a circular impresso em 1988 e desde 1996 está na web, junto com os brasileiros Diário de Barrelas (www.diariodebarrelas.com.br), criado em 2009, e O Sensacionalista.

Sobre Maicá:

1. Quem é você, de onde veio e o que faz?

Eu sou Júnior Maicá, vim e sou de Cachoeirinha, do Rio Grande do sul até o fim dos tempos. Criei e escrevo 90% das notícias veiculadas no Periódico O Bairrista, “o maior e melhor Periódico do Rio Grande do Sul e do mundo também”.


2. Como surgiu a ideia de criar o blog O Bairrista?

Na verdade, é um portal de notícias relacionadas com a nossa República. A ideia surgiu ‘o nada, como todas as minhas ideias surgem. Não foi friamente calculada, apenas fruto da observação dos nossos costumes.


3. Como você avalia o sucesso do personagem?

É difícil falar sobre este assunto sem ser um pouco arrogante. Mas eu acho legal pra caramba.


4. Entre alimentar o blog, escrever uma coluna e participar de programa de rádio, o que mais lhe agrada?

Essa é difícil. O rádio tem um lance quase que familiar. É como se os comunicadores fossem meus amigos. Rádio é fundamental para mim, mas escrever e gostar de escrever foi o que me fez chegar até O Bairrista. A internet é apenas o canal mais fácil para se comunicar com bastante gente diariamente. As três funções têm características parecidas.


5. Como você se imagina daqui a cinco anos?

Sentado perto de uma churrasqueira, comendo uma carne. Vocês sabiam que quem mais come em um churrasco é o cara que fica perto do assador?
[hr]
Em recente palestra, o fundador d’O Bairrista contou como é importante ter uma ideia e coragem para mantê-la, usar a internet é um meio que proporciona tirar projetos da gaveta e colocar em prática, arriscar, mais ou menos o que aconteceu com ele. Nunca esquecendo da profissionalização do trabalho, do objetivo claro, da relação entre o meio termo que é agradar o público e o patrocinador. Inovação é um diferencial absolutamente necessário, a inércia não funciona no universo web, você se torna obsoleto e rapidamente descartável.

Além do site, O Bairrista circula em jornal impresso, está no twitter, facebook, lançou um app para smartphone, tem um programa na rádio, vai ter edições diárias durante a Feira do Livro de Porto Alegre e, lançou uma novidade em primeira mão: em breve começarão a comprar matérias que julgarem interessantes de colaboradores que poderão se tornar possíveis Bairristas efetivos. Curtiram? Fiquem ligados!

Pra quem ainda não conhece, seguem abaixo os links de contato e uma dica, não desistam, invistam “a internet mudou minha vida”, o Maicá disse, quantos de nós também não podem ou poderão dizer essa mesma frase?

SITE

TWITTER

FACEBOOK

APP

*A MOOD é top, esse post tem até vídeo celeb! Beijinho no ombro pra vocês ;*

Por Paula Moran

Deixe uma resposta