Pendentes: Como iluminar e decorar!

Além do rico efeito produzido pela iluminação, os pendentes completam e podem ser usados em qualquer cômodo devido à grande variedade encontrada no mercado e, principalmente, por estar disponível nos materiais mais diversos possíveis. Quando usados de forma correta, decora, destaca a arquitetura e valoriza os ambientes. A iluminação ‘pendente’ pode ser a “cereja do bolo” que estava faltando.

Fáceis de encontrar, instalar/fixar, incrementam aquele seu ambiente que está pedindo atenção. Ambientes ‘pobres’ e pouco iluminados não são mais permitidos. 

Bancadas

Sobre bancadas (no estilo cozinha americana) ou então numa bancada tipo bar, aconselho (veja bem: aconselho) o uso de pendentes do mesmo modelo, independente do número de pontos de luz que programar. Não é regra, mas seguindo este conselho, você fica menos suscetível ao erro. Numerosos pendentes de estilos e tamanhos diferentes podem ficar ótimos quando todo ambiente já está contextualizado e com sua personalidade defendida. Abaixo trago o exemplo de um conjunto de pendentes que mostra sua versatilidade/usabilidade em dois ambientes bastante distintos: um clássico e outro mais contemporâneo/jovial que explora cores e mistura de texturas. Ambos de personalidade definida.

 

sierra 1

sierra 2


Mesa de Jantar

Um pendente tem tanto poder e apelo visual que ao imaginar uma peça fixa sobre a mesa, me recordo de gangsters fumando charuto durante uma partida de poker. Encontre um pendente que acompanhe seu estilo e o da sua casa. Para mesas quadradas ou redondas, é interessante o uso de 1 ou então vários pendentes (neste caso aconselho serem do mesmo modelo), suspensos próximos um do outro e em níveis diferentes (proporcionado pelo tamanhos dos fios que você deixar em relação à base fixa no teto). Este ponto de luz deve estar centralizado em relação à mesa.

Sobre a altura, é recomendável que a distância entre o tampo e a luminária seja de 70 cm a 1 metro, para não criar obstáculos visuais às pessoas sentadas e também para que a luz não esteja na direção dos olhos, causando desconforto visual. Evite também o uso de lâmpadas que emitem calor,

para mesas quadradas e redondas: apenas 1  ou então vários pendentes (neste caso aconselho serem do mesmo modelo) suspensos próximos um do outro e em níveis diferentes (com tamanho dos fios diferentes) à fim de promover a ideia que é uma peça só (um conjunto) centralizando a luz vinda apenas de um ponto.

Para mesas retangulares, use a mesma regra básica usada para bancadas. Pendentes em linha reta, lembrando-se de manter espeço entre as peças e jamais ultrapassando as extremidades da mesa.

 

no images were found

Deixe uma resposta